Castanha do Pará | Uma aliada na perda de peso

A Castanha do Pará vem da castanheira, a árvore que é considerada a rainha das florestas.

Ela é uma das mais altas de toda a natureza (medindo até 50m de altura) e consegue viver até mil anos. Historiadores sugerem que a castanha seja oriunda da Ásia Menor, Balcãs e Cáucaso, acompanhando a história da civilização ocidental há mais de 100 mil anos, sabendo-se que ela constituiu uma importante fonte de calorias ao homem pré-histórico.

 

Durante vários séculos diversas civilizações fizeram uso das Castanhas do Pará. Gregos e romanos colocavam castanhas em ânforas cheias de mel silvestre, que conservavam o alimento e impregnava-o com o seu sabor. Monges e freiras da idade média utilizavam frequentemente as castanhas nas suas receitas. Nesta época a castanha já era moída, e se tornou até um dos principais farináceos da Europa.

A Castanha do Pará que comemos é uma semente que surge no interior de um ouriço, o fruto da castanheira-do-pará, uma árvore típica de florestas virgens, como a Floresta Amazônica, por exemplo. Inclusive, a castanheira-do-pará é uma das maiores árvores da Amazônia, chegando a atingir entre 30 e 45 metros de altura. Mas, embora seja uma semente como as nozes, possui muito menos gordura e muito mais amido, permitindo outras possibilidades de uso na alimentação.

As Castanhas do Pará têm cerca do dobro da percentagem de amido das batatas, e também são ricas em vitaminas C e B6, além de ser uma ótima fonte de potássio. Hoje são consideradas quase como uma “guloseima” de época, mas no passado as castanhas constituíram um nutritivo complemento alimentar, substituindo o pão quando os invernos rigorosos chegavam.

Para muitos, a Castanha do Pará é considerada uma castanha. No entanto, para os especialistas, ela é uma semente, já que nas castanhas, nozes e casca se dividem e a carne é separada da casca. A castanha possui uma polpa branca e saborosa, revestida por uma casca fina e brilhante. Nativa das Guianas, Venezuela, Brasil, leste da Colômbia, leste do Peru e leste da Bolívia, a semente é bastante benéfica para a saúde.

A Castanha do Pará possui um alto valor protéico e calórico. A semente fornece o mineral selênio, importante para combater os radicais livres presentes no organismo. A Castanha do Pará também é rica em fibras, cálcio e ferro. Mesmo possuindo um alto teor calórico, essas castanhas são eficientes para quem busca perder peso, pois são ricas em gorduras monoinsaturadas que estimulam o metabolismo e a queima de gorduras.

As sementes podem ser consumidas in natura ou torradas, além de serem empregadas na fabricação de farinhas, doces e sorvetes. O óleo extraído da Castanha do Pará também pode ser utilizado na indústria de cosméticos e na fabricação de tintas.


Encontre nossa Castanha do Pará nos principais Supermercados de Minas Gerais.

Ou se preferir, entre em contato com nossa equipe de vendas:
www.emporiovilaoliva.com.br | (31) 3036-8888

BR 040 – KM688, PAV 1, Loja 15 CEASAMINAS

Converse pelo WhatsApp