Conheça os benefícios do azeite

O azeite de oliva é um tipo de óleo extraído da azeitona, o fruto da oliveira. Chamado de “ouro líquido” pelos mediterrâneos, é usado como tempero, torna a comida mais gostosa, realça e complementa o paladar dos alimentos. É um excelente aliado para combater doenças cardiovasculares, prevenir câncer e diabetes, fortalecer os ossos, melhorar o funcionamento do cérebro e emagrecer.

Tipos de azeite
Diversos fatores influenciam na qualidade do azeite de oliva, como a variedade da azeitona, condições climáticas na etapa de produção, tipo de solo, práticas do cultivo, estado de maturação do fruto, acidez e tempo de processamento das azeitonas após a colheita. Sendo assim, o azeite pode ser classificado em diferentes tipos:
– Azeite extravirgem
Possui acidez menor ou igual a 0,80%, e é bem avaliado nos testes sensoriais. É um produto de alta qualidade e normalmente utilizado na finalização de pratos ou saladas.
– Azeite virgem
Boa qualidade, mas pode apresentar “defeitos” de cheiro e sabor em comparação ao azeite extravirgem. Apresenta acidez entre 0,8 a 2%.
– Azeite virgem lampante
Tem acidez superior a 2%. Não pode ser consumido diretamente e, para que possa ser comercializado, deve passar por refinação. A partir do azeite lampante, podem ser fabricados mais dois tipos de azeites:

• Azeite refinado: obtido de azeitonas com alterações sensoriais, normalmente devido a problemas climáticos. Através do refino, são eliminados problemas referentes à cor, sabor, aroma, além de parte das vitaminas e outros nutrientes. Porém, a estrutura química do azeite não é modificada, resultando em um produto com acidez máxima de 0,3%. Não é vendido aos consumidores, sendo destinado exclusivamente ao uso industrial. O azeite refinado pode ser misturado com outros tipos de azeite, como o azeite virgem ou extravirgem. Deve possuir acidez igual ou inferior a 1% e é classificado como azeite de oliva.

• Azeite composto: é um azeite de qualidade inferior, constituído de azeite refinado misturado com outros tipos de óleos, como o óleo de soja.

Benefícios para a saúde

O consumo de azeite deve ser regular e preferencialmente na finalização dos pratos, evitando-se o seu uso excessivo e em preparações fritas, por exemplo. Os principais benefícios são:

1. Reduz o colesterol ruim, por ser rico em gorduras monoinsaturadas.
2. Previne aterosclerose e protege o coração, por ser rico em compostos fenólicos e vitamina E, que são fortes antioxidantes.
3. Previne doenças como câncer e diabetes tipo 2, por conter antioxidantes e por agir no hipotálamo, estimulando a saciedade.
4. Atua como anti-inflamatório e fortalece o sistema imunológico, por conter uma substância anti-inflamatória, o oleocanthal.
5. Reduz a pressão arterial, por facilitar a circulação sanguínea, já que estimula a dilatação dos vasos.
O que significa a acidez do azeite?
A acidez determina a qualidade do azeite. O conteúdo de acidez depende de vários fatores, como por exemplo, as pragas que estiveram em contato com a oliveira, o clima, a manipulação das azeitonas, o processo de produção e armazenamento do azeite. Qualquer dano sofrido pela azeitona durante a colheita, transporte e estocagem, causa alterações e aumento da acidez.
Como consumir azeite?
O azeite de oliva pode ser utilizado apenas na finalização dos pratos ou refogados simples, que não ficam muito tempo expostos ao calor, já que altas temperaturas alteram as características e benefícios do azeite. Apenas uma ou duas colheres de sopa ao dia já oferecem todos os seus benefícios.

No Empório Vila Oliva você encontra os melhores azeites espanhóis e portugueses, que são cuidadosamente armazenados para preservar sua temperatura ideal, propriedades nutricionais, cor, aroma e sabor.

Fonte:
natue.com.br
tuasaúde.com

Converse pelo WhatsApp